Processando...

A Dicotomia da Liderança: Veja as habilidades que são essenciais para qualquer líder alcançar seu objetivo final: VITÓRIA

A obra desponta no cenário empresarial como um manual técnico e humano para o líder inteligente, atento e equilibrado
JOCKO WILLINK 15/03/2019
Por Igor Farias, Tradutor
 
 
Em combate, é crucial ser inteligenteÉ nessa pegada que Jocko Willink e Leif Babin explicam o fenômeno do comando em seu novo livro, A Dicotomia da Liderança
Em um primeiro momento, o objetivo dos autores parece simples: extrair as lições que aprenderam no intenso treinamento dos SEALs e nas suas incríveis operações na Guerra do Iraque para transmiti-las aos líderes que navegam com dificuldade pelo caótico mundo dos negócios de hoje. Porém, como Jocko e Leif pontuam na obra, seus princípios são "simples, mas nada fáceis".

Depois de uma série de missões nos lugares mais inóspitos do planeta, os autores agora se dedicam à consultoria no universo corporativo. E com muito sucesso. Sua empresa, a Echelon Front, oferece um dos principais programas de formação de lideranças do mundo, e seu livro anterior Extreme Ownership [Responsabilidade Extrema - em tradução livre]  rapidamente subiu ao topo dos mais vendidos ao introduzir um conceito radical, aprofundado em A Dicotomia da Liderança: a ideia de Responsabilidade Extrema.

Seja em uma violenta troca de tiros com insurgentes ou no setor de vendas de uma grande loja de departamentos, o líder deve chamar a responsabilidade. Hesitar não é uma opção. Jogar a culpa nos outros não é uma opção. Atacar a esmo não é uma opção. O líder tem que agir com inteligência. Ele deve ser determinado, mas nunca inflexível. Firme, mas não arrogante. Apoiar a tropa no calor do combate, mas se afastar da cena para pensar melhor assim que tiver oportunidade.

Essa corda bamba, em que o líder caminha por dever e vocação, é a Dicotomia da Liderança. Polos opostos, forças antagônicas e posturas aparentemente inconciliáveis devem ser harmonizados em condições quase sempre precárias. Jocko e Leif aprenderam a trilhar essa rota complexa da pior forma possível: comandando patrulhas de SEALs pelas conturbadas ruas de Ramadi, a cidade mais violenta do Iraque. Foi entre as explosões de bombas caseiras e as sessões de planejamento na base que esses dois comandantes formularam um modelo que auxilia os líderes a atingirem um equilíbrio que, muitas vezes, parece impossível na prática.

A Dicotomia da Liderança é muito mais do que um guia de sobrevivência para a selva do mundo corporativo de hoje. A obra desponta no cenário empresarial como um manual técnico e humano para o líder inteligente, atento e equilibrado, focado na resolução de problemas complexos e no sucesso da equipe em longo prazo. Mas esse é um trabalho em contínuo aperfeiçoamento; alertar contra os riscos da confiança excessiva é uma das maiores cruzadas lançadas por esses dois SEALs, que narram aos leitores sua grande saga de aprendizado, do período de formação militar à atuação no Oriente Médio, chegando até os dias de hoje.

A Dicotomia da Liderança é uma viagem repleta de ação, mas também uma história de ética, amizade e humanidade, fatores que nem sempre são levados em consideração pela liderança contemporânea. Remando contra a corrente das obras que pregam comportamentos predatórios e o sucesso a qualquer custo, os autores buscam na sua turbulenta experiência em combate a ponderação e a sagacidade que tanto faltam aos líderes de hoje. Olhando por esse lado, a missão de Jocko e Leif está bem longe de acabar.   
                           
 
   
 
Confira mais informações sobre o livro AQUI!