Processando...
 

Chefão: Como um Hacker Se Apoderou do Submundo Bilionário do Crime Cibernético

Autor:  Kevin Poulsen

Categoria: Biografia / Memórias

Edição: Tradução da 1ª Edição - 2013

Número de páginas: 288

ISBN: 978-85-7608-772-4

Por: R$69,00

Sobre o Livro

O ex-hacker Kevin Poulsen construiu, ao longo da última década, uma reputação como um dos melhores repórteres investigativos no cenário do crime cibernético. Em Chefão, ele despeja seu acesso e sua perícia incomparáveis no formato de livro pela primeira vez, entregando uma narrativa de gato e rato viciante — e uma visão de dentro sem precedentes do crime organizado do século XXI.
 
A notícia se espalhou pelo submundo dos hackers como um novo vírus que não pode ser detido: alguém – algum bandido brilhante e audacioso — acabara de realizar uma tomada hostil de uma rede criminosa online, a qual roubava bilhões de dólares da economia norte-americana.
 
O FBI se apressou para iniciar uma operação secreta ambiciosa, com o objetivo de rastrear o novo rei do cybercrime: outras agências ao redor do mundo implantaram dezenas de mulas e de agentes duplos. Juntos, os ciberpoliciais atraíram inúmeros hackers desavisados para suas garras... Ainda que, em todas as vezes, sua presa principal exibisse uma habilidade especial para farejar os dedos-duros e ver através de seus planos.
 
O culpado que eles buscavam era o tipo de criminoso mais improvável: um programador brilhante com a ética de um hippie e uma identidade dupla de um supervilão. Como o hacker white hat Max "Vision" Butler, ele era uma celebridade no mundo da programação, mesmo servindo como consultor do FBI. Mas, como o black hat "Iceman", ele encontrou no mundo dos dados uma oportunidade irresistível para testar suas imensas habilidades. Infiltrou-se em milhares de computadores por todo Estados Unidos, sugando milhões de números de cartões de crédito à vontade. Hackeou, sem esforço, seus colegas hackers, roubando seus ganhos ilícitos debaixo de seus narizes. Junto com um vigarista bom de papo, ele comandou uma enorme operação criminosa do mundo real.
 
E, por anos, fez tudo isso com uma aparente impunidade, ainda que seus incontáveis rivais entrassem em confliito com a polícia.
 
No entanto, enquanto observava as disputas dos fraudadores ao seu redor, com suas equipes crivadas de infiltrados e seus métodos ineficientes, ele viu nesses defeitos o desafio definitivo: colocaria em prática seu golpe e consertaria o que estava quebrado, tocando o negócio como deveria ser – mesmo que isso significasse desenhar um grande alvo em sua testa.
 
Por meio da história desta excepcional ascensão de um criminoso, e da tarefa da polícia de rastreá-lo, Chefão revela os trabalhos de uma onda de crime silenciosa que ainda afeta milhões de norte-americanos. Nestas páginas, somos levados para dentro dos supermercados da imensa fraude online, repletos de números de cartões de crédito, cheques falsificados, contas de banco hackeadas e passaportes falsos. Aprendemos sobre o funcionamento de diversos ataques — exploits em navegadores, roubo de informações, cavalos de Troia e muito mais — usados por esses fraudadores para o seu comércio, e traçamos os caminhos complexos pelos quais eles transformam dados roubados em milhões de dólares. E, graças ao extraordinário acesso de Poulsen, tanto aos criminosos quanto aos tiras, nos colocamos dentro desta corrida armada silenciosa e desesperada entre a polícia e esses golpistas que dura até hoje.
 
Definitivamente, Chefão é uma jornada em um submundo de alcance e poder surpreendentes, no qual adolescentes norte-americanos trabalham de mãos dadas com mafiosos assassinos russos e onde uma simples conexão wi-fi pode desencadear uma torrente de ouro que vale milhões.

Newsletter

Sobre o(s) Autor(es)

Kevin Poulsen é editor sênior na Wired.com e colaborador da revista Wired. Ele supervisiona a cobertura de crimes cibernéticos, privacidade e política para a Wired.com e edita o premiado blog Threat Level (wired.com/threatlevel), fundado por ele em 2005.

Kevin é autor de Chefão: Como um Hacker Se Apoderou do Submundo Bilionário do Crime Cibernético.

Twitter: @kpoulsen

Conheça Também