Processando...

Liderança Tóxica: Você é um líder contagiante ou contagioso?

Livro escrito pela jornalista Alessandra Assad destaca a diferença entre liderança contagiante e contagiosa
Alessandra Assad 26/10/2017

A editora Alta Books acaba de lançar Liderança Tóxica: Você é um líder contagiante ou contagioso?, de Alessandra Assad. O livro apresenta casos reais de profissionais que trabalharam com chefes que exercem a chamada liderança tóxica, mostra a importância do papel do líder em uma organização e propõe um novo caminho a partir do uso do conceito da Neuroliderança.

“A liderança tóxica é capaz de gerar dor física e/ou psicológica. E o que transforma dor emocional em toxicidade é a resposta dada de maneira nociva. Sendo assim, o papel do líder é de fundamental importância para a condução de uma vida profissional saudável, a partir do reconhecimento das dores emocionais e da intervenção rápida para reverter situações potencialmente letais no ambiente de trabalho”, explica Alessandra.

Segundo a autora, um líder tóxico é aquele que busca invalidar, reprovar, diminuir e manipular. É o profissional que procura ter o poder e o controle sobre as emoções de uma pessoa para depois destruir a autoestima dela. “É um líder que quer poder e controle por ser um manipulador. É aquele tipo de profissional que vai fazer você cumprir as exigências dele ou fará da sua vida um inferno. E o pior é que essas pessoas não são tão difíceis de serem encontradas e reconhecidas”, explica Alessandra. Ainda segundo Alessandra Assad, a grande questão é reconhecer aqueles líderes tóxicos que não têm um perfil “tirano”. E a razão é simples: eles podem ser considerados pessoas normais como aqueles colegas que trabalham em mesas próximas da sua.

Liderança tóxica: Você é um líder contagiante ou contagioso? é o resultado de um intenso trabalho de pesquisa e leitura obrigatória para quem ocupa, ou pretende exercer uma função de liderança. Uma obra escrita para líderes que acreditam ser possível encontrar soluções para as questões mais difíceis a partir do uso da inteligência.

“O leitor vai perceber que um líder se torna tóxico quando não entende o propósito, a força do trabalho e o poder que exerce sobre seus liderados, atingindo suas vidas pessoais e profissionais, e o quanto ele pode contribuir para o perfeito equilíbrio entre mente, corpo e espírito”, explica a autor.

Curta, compartilhe e conheça o livro Liderança Tóxica: Você é um líder contagiante ou contagioso?, AQUI.