Processando...
 

O Lado Certo da História

Autor:  Ben Shapiro

Categoria: Ciências Políticas

Tradutor: Carolina Gaio

Edição: 1° Edição

Número de páginas: 272

ISBN: 978-85-508-0926-7

Por: R$54,90

Sobre o Livro

Os seres humanos nunca viveram melhor do que hoje no Ocidente.Então, por que estamos jogando tudo fora?

 

Em 2016, Ben Shapiro palestrou na UC Berkeley. Centenas de policiais foram requisitados, de dez campi da UC em todo o estado, para proteger a palestra, que — ironicamente — defendia a necessidade de liberdade de expressão e debate racional.

Ele chegou a argumentar que a civilização ocidental vive o auge de uma crise de propósitos e ideias. Nossas liberdades são construídas sobre as noções complementares de que os seres humanos são feitos à imagem de Deus e que foram criados com habilidades racionais para explorar o mundo de Deus. Jerusalém e Atenas construíram o Ocidente, acabaram com a escravidão, derrotaram os nazistas e os comunistas, tiraram bilhões da pobreza e ofereceram a bilhões um propósito espiritual. Jerusalém e Atenas foram os alicerces da Magna Carta e do Tratado de Vestfália; elas foram os alicerces da Declaração da Independência, da Proclamação da Emancipação de Abraham Lincoln e da Carta de Martin Luther King Jr., escrita na Cadeia de Birmingham.

As civilizações que rejeitaram Jerusalém e Atenas, e essa tensão entre elas, voltaram ao pó. A URSS rejeitou os valores judaico-cristãos e a lei natural grega, substituindo-os por valores de coletividade e uma nova visão utópica de “justiça social” — e condenou milhões de seres humanos à fome e à morte. Os nazistas rejeitaram os valores judaico-cristãos e a lei natural grega, e trancaram crianças em câmaras de gás.
A Venezuela, uma nação rica em petróleo, rejeita os valores judaico-cristãos e a lei natural grega, e seus cidadãos foram reduzidos ao ponto de terem que comer cachorros. Estamos a um passo de abandonar os valores judaico-cristãos e a lei natural grega em prol do subjetivismo moral e da lei da paixão.
E assistimos ao colapso da civilização no tribalismo tradicional, no hedonismo individualista e no subjetivismo moral.

Acreditamos que podemos rejeitar os valores judaico-cristãos e a lei natural grega e nos satisfazer com interseccionalidade, materialismo científico, políticas progressistas, governos autoritários ou com a solidariedade nacionalista.
Nós não podemos. O Ocidente é especial, e O Lado Certo da História é a crítica destemida de Ben Shapiro sobre os motivos que fizeram muitos de nós se perderem do propósito moral que nos leva a ser pessoas melhores, e relegar o dever sagrado de trabalharmos juntos por um bem maior. Como um grito de alerta e um conclame espiritual, este livro é o primeiro passo para resgatar nossa civilização para a margem direita da jornada da vida.

 

Elogios a obra

“É natural se sentir desanimado ao assistir ao tribalismo e ao relativismo moral varrendo o Ocidente. O Lado Certo da História, de Ben Shapiro, é a luz no fim do túnel, que mostra a uma geração de líderes como defender os valores que tornaram o Ocidente livre e próspero, e como fazê-lo com confiança e generosidade.”
— ARTHUR C. BROOKS, autor de The Conservative Heart e Love Your Enemies.

 

“Este é um livro para reerguer um povo apático — destinado a uma cultura que corre o risco de implodir caso seus integrantes se recusem a crescer. É um livro feito sob medida para nossa época imatura, caótica e complexa, mas excepcionalmente promissora. Espero que a sabedoria destas páginas encoraje muitos espíritos perturbados a percorrer os caminhos direitos e a enfrentar os obstáculos. A preservação de tudo que construímos — e que temos em abundância — depende, mais do que podemos imaginar, de cada um de nós.”
— JORDAN B. PETERSON, autor de 12 Regras para a Vida.

 

“Ben Shapiro foi abençoado com o dom de tornar cativantes ideias complexas. Aqui, ele aplica esse dom à história da civilização judaico-cristã, de Moisés a Salomão a sua culminação nas modernas repúblicas ocidentais.É como uma canção, que Shapiro compõe de forma irretocável. Não são lamentações nem réquiens. É um hino de esperança, e, quando chegar ao final, eu lhe asseguro que se sentirá renovado.”
— DANIEL HANNAN, autor de Inventing of Freedom.

 

“O livro de Shapiro é a melhor reciclagem ideológica sobre os acertos do Ocidente.”
— THE WASHINGTON POST.

 

“Shapiro traça 3 mil anos de história intelectual em cerca de 300 páginas, em uma imersão elucidativa e acessível nas principais ideias que fundamentam nossa civilização.”
— THE WASHINGTON EXAMINER.

Newsletter

Sobre o(s) Autor(es)

Ben Shapiro é editor-chefe do The Daily Wire e apresentador do The Ben Shapiro Show, o principal podcast conservador dos Estados Unidos. Shapiro é graduado pela Harvard Law School e é judeu ortodoxo. Seu trabalho é presença certa nas principais publicações norte--americanas, e já figurou em centenas de programas de rádio e televisão. Foi orador de honra de diversos eventos conservadores em campi no país, e muitas de suas apresentações foram atacadas por ativistas progressistas e da “Antifa”.

 

Conheça Também