O seu portal de conhecimento
Telefone (21) 3278-8069
Longa Caminhada Até a Liberdade – Nelson Mandela
Infância e adolescência de Mandela

Nelson Mandela, filho do chefe de uma tribo, da etnia Xhosa, na África do Sul, recebeu o nome de “Rolihiahia Dalibhunga Mandela”, cujo significado de Rolihiahia é “causador de encrencas”.

Após a morte de seu pai, Mandela ficou sob os cuidados do regente da sua tribo e assim começou a conhecer um pouco do que seu povo passava nas mãos da soberania branca. Nelson Mandela foi privilegiado com bons estudos, sendo o primeiro dos seus familiares a frequentar uma escola, ainda que fosse britânica e que não valorizasse a cultura africana.

Apesar de ter conseguido cursar direito, ao se envolver com protestos estudantis em relação a questões raciais, acabou sendo expulso da faculdade. Posteriormente, conseguiu concluir seu curso em Fort Hare.

O Apartheid


Com o Partido Nacional chegando ao poder na África do Sul, o regime do apartheid se tornou mais severo, fazendo com que negros e brancos não tivessem direitos iguais, vivessem em áreas diferentes e possuíssem serviços públicos distintos. Novamente, Mandela se juntou a protestos que defendiam o povo, indo contra as políticas do apartheid, o que logo resultou em sua primeira prisão.

A prisão de Nelson Mandela

Durante a década de 60, diversos líderes negros foram perseguidos e assassinados, entre eles estava Nelson Mandela, que ficou preso por 27 anos. Ao sair da prisão, Mandela fez um belo discurso sobre uma sociedade livre de preconceitos, no qual dizia: “Durante a minha vida inteira tenho me dedicado a esta luta do povo africano. Tenho lutado contra a dominação branca, e tenho lutado contra a dominação negra. Tenho acalentado o ideal de uma sociedade livre e democrática, na qual todas as pessoas vivam juntas em harmonia e com oportunidades iguais. É um ideal que espero viver e atingir. Mas, se for necessário, é um ideal pelo qual estou preparado para morrer.”

Em 1994, seu partido, Congresso Nacional Africano, foi eleito durante uma eleição multirracial. Ao se tornar presidente, Mandela foi capaz de criar leis que garantiram mais direitos ao povo negro. Mandela menciona em seu livro que muitos diziam que ele foi capaz de alcançar a liberdade ao conseguir sair da prisão e ao se tornar presidente, dando direitos de igualdade ao povo da África do Sul. No entanto, como ele menciona em Longa Caminhada até a Liberdade “Ainda não demos o passo final da nossa jornada, mas o primeiro passo em uma estrada mais longa e ainda mais difícil. Pois, para se ser livre, não basta abandonar as correntes, mas viver de uma forma que respeite e aumente a liberdade dos outros. A verdadeira prova da nossa devoção à liberdade está apenas começando.