O seu portal de conhecimento
Telefone (21) 3278-8069

Trágica e Bela

Uma Viagem pelas 1001 Faces da Pérsia e do Irã

“O aporte científico e cultural da Pérsia para a humanidade é tão extraordinário quanto desconhecido. A contribuição para a beleza do mundo é infinita. É disso que trata este livro.”

Autora: Lucia Araujo
Jornalista e Escritora
Revisão Gramatical: Flavia Carrara e Kamila Wozniak

“Vou-me embora pra Pasárgada
Lá sou amigo do rei
Lá tenho a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada
Vou-me embora pra Pasárgada
Aqui eu não sou feliz…”
Manuel Bandeira: Vou-me embora pra Pasárgada

Caderno de imagens: clique AQUI para fazer o download
(você será direcionado para o Google Drive)

R$69.90

Em estoque

ISBN: 978-65-5520-567-1 Categorias: , Product ID: 19489

Descrição

A atual República Islâmica do Irã — antiga Pérsia — representa um grande mistério para o mundo ocidental. Muitas vezes intriga, outras apavora, sempre surpreende. Protagonista estratégica da geopolítica do Oriente Médio, a nação iraniana é uma das civilizações contínuas mais antigas do mundo e um dos berços de algumas das maiores realizações da humanidade. Entre contribuições admiráveis em todos os campos — da medicina de Avicena à poesia de Khayyam, Hafez e Rumi; da espetacular arte dos tapetes à música, da primeira declaração dos direitos humanos à vencedora do prêmio Nobel da Paz; das miniaturas à refinada cinematografia; dos fundamentos de Zaratustra aos pilares do xiismo — esse é um país de 1001 faces. É na textura do universo de que é feita a cultura persa que a jornalista Lúcia Araújo mergulha, a partir de suas próprias vivências e viagens, para revelar um país tão fascinante quanto desconhecido. Como ela própria assevera: “O aporte científico e cultural da Pérsia para a humanidade é tão extraordinário quanto desconhecido. A contribuição para a beleza do mundo é infinita. É disso que trata este livro.

   


Jornalista e escritora contemporânea, Lúcia Araújo viajou pelos continentes, descobriu mundos e invariavelmente esbarrou nas pegadas da cultura persa, pela qual se apaixonou. Depois de visitar o país, achou que era hora de compartilhar essa aprendizagem de deslumbramento.

O regime dos aiatolás iranianos está na meia-idade, um capítulo de uma civilização bimilenar. Eu estive lá quando explodiu a revolução de Khomeini em 1979, no início de uma carreira jornalística em que política internacional era minha religião. Na verdade, “não estive lá”. Sempre estive nas redações, nas bancadas de estúdio de TV e no conforto do lar, acompanhando o épico iraniano. Sempre li muito sobre o Irã. Garoto, ficava fascinado com a cobertura da finada revista Manchete sobre o perverso glamour do xá Reza Pahlavi e da imperatriz Farah Diba (e, como o filho do casal, meu irmão também nascido em 1960 ganhou o nome de Ciro). Eu não li apenas as manchetes. Tenho prateleiras de livros sobre o Irã. Agora, a biblioteca está enriquecida com o relato de Lúcia Araújo. Como eu, Lúcia esteve lá. Leu de forma abusada sobre o Irã, leu com curiosidade incansável para decifrar os mistérios e remover o véu da mistificação. E como ela diz, o Irã é um país de “1001 faces”. O fascínio de Lúcia não é sinônimo de deslumbramento de turista de primeira viagem a bordo de um tapete voador. Afinal, ela esteve lá mesmo, é viajada. Lúcia conhece o Irã, e agora, na volta de suas excursões e incursões, ela sabe traduzir com densidade e fluência aquela sociedade para todos nós. Um dia, eu estarei lá mesmo, mas estou feliz por esta viagem ao Irã em que Lúcia foi minha guia. — Caio Blinder, Jornalista

Informação adicional

Peso 400 g
Dimensões 23 × 16 × 2 cm
Número de Páginas

320

ISBN

978-65-5520-567-1

Ano

2021

Edição

1° Edição

Disponível em ePub?

Sim. Nos parceiros comerciais

Capítulo de Amostra

Download

Preview do livro


Autor:

Lucia Araujo

Sobre o Autor:

É jornalista e escritora. Atuou como stringer do jornal Folha de São Paulo, em Washington (EUA), e como diretora de programas jornalísticos na TV Cultura de São Paulo e na TV Bandeirantes. No exterior, trabalhou na criação do canal norte-americano Cable NBC (CNBC Brasil). Concebeu e dirigiu duas séries de documentários para o canal GNT e liderou o Canal Futura, da Fundação Roberto Marinho, de 1999 a 2016. Desde então, atua na curadoria de eventos internacionais de educação e comunicação. Também é autora do livro de ficção Cozido Goiano: e Outras Imposturas. Ao longo de sua vida profissional, viajou pelos continentes, descobriu mundos e invariavelmente esbarrou nas pegadas da cultura persa, pela qual se apaixonou. Depois de visitar duas vezes o país, achou que era hora de compartilhar essa aprendizagem de deslumbramento por uma cultura tão rica quanto desconhecida. Nascida bem longe dos persas, na caiçara Guarujá, no estado de São Paulo, viveu em Campinas, Natal, São Paulo e Washington, nos Estados Unidos. Há mais de vinte anos mora no Rio de Janeiro.